PARANÁ,  SUL

Ilha do Mel: a pérola do litoral paranaense

São Paulo, um escritório qualquer, horário do almoço:

” – Alguém aqui já foi na Ilha do Mel?
– Eu sim!
– Você não conta, que é paranaense. E aí, alguém?
– Ilha do que?
– Do Mel.
– Cara, acho que já ouvi falar alguma vez, mas… fica onde, no Rio?”

(Cabeças viradas para as respectivas marmitas)

ilha do mel parana

O Paraná não é aquele estado no qual você pensaria quando o papo é praia, e, quer saber?, isso é até bom, porque permite a nós aventureiros desfrutarmos de alguns paraísos naturais como esta ilha que roubou meu coração em janeiro de 2016.

A Ilha do Mel é uma surpreendente mistura de sensações. Em uma superfície de apenas 27 km², cabe uma Estação Ecológica, um Parque Estadual, inúmeras praias, vários morrinhos (com uma altura de até 160 metros), vilarejos pacatos sem veículos a motor, bicicletas de aluguel, uma gruta e uma fortaleza anti-piratas. E ainda pode encontrar agito à noite.

Quer descobrí-la? Então fique aqui com a gente 😉

A Ilha do Mel se encontra bem no centrinho da estreita faixa litoral do estado do Paraná, ao sul do Parque Nacional do Superagui, na Baía de Paranaguá.

onde fica a ilha do mel
Localização da Ilha do Mel no Paraná

Existem várias teorias que explicam a origem do nome. Segue algumas que selecionei (minha favorita é a terceira):

  • Antes da Segunda Guerra Mundial a ilha era conhecida como a ilha do Almirante Mehl, que se dedicou à apicultura e cuja família lá frequentava.
  • Marinheiros aposentados que viviam na ilha dedicaram-se à apicultura, produzindo uma quantidade de mel tão grande que chegaram a exportar o produto até os anos 60.
  • lua-de-mel que os escravos mais fortes desfrutavam com várias negras, onde os mesmos eram deixados por vários dias, para a reprodução, no século XIX.
  • A água doce existente na ilha contém mercúrio. Em contato com a água salgada isto causa uma coloração amarela, semelhante à cor de favos de mel.
ilha do mel curitiba
Não é que parece mel mesmo?

A ilha tem uma extensão de 27 k, dos quais apenas 2 km² têm permissão de uso (pois o restante é reserva ecológica), e é constituída por duas áreas nitidamente definidas (Norte e Sul), unidas por um istmo de 150 metros de largura no seu ponto mais estreito:

  • A área Norte (que eu chamo de “cabeção”), mais extensa, é caracterizada por uma planície de restinga, com mangues, riachos e lagoas, e é contornada por praias voltadas para o mar interior da Baía de Paranaguá. É aqui que fica a Estação Ecológica, que tem o objetivo de preservar o meio-ambiente e é vetada a entrada.
  • Já a área Sul, bem menor, é mais acidentada, com 6 elevações (morrinhos). Predomina a floresta atlântica e tem algumas praias abertas para o oceano. Encontra-se aqui o Parque Estadual, criado em 2002.

Na ilha tem algo mais de 1.000 residentes, distribuídos principalmente em 5 lugares:

  • A região da Fortaleza, ao norte;
  • A vila de Nova Brasília e a Vila do Farol, no centro;
  • A Praia Grande, bem próxima da Vila do Farol, indo para o sul;
  • A Vila das Encantadas, na ponta sul.
onde fica ilha do mel
Mapa da Ilha

Outros dados e curiosidades interessantes sobre a Ilha do Mel: 

  • istmo, conhecido pelos locais como Passa-passa, já aconteceu de encher de água e sumir, fazendo a Ilha do Mel ficar dividida em 2 ilhas. Atualmente, esse fenômeno é bem raro de ver.
  • Para preservar o meio-ambiente e evitar a degradação da Ilha, não é permitida a tração animal ou a motor e o número de visitantes é limitado a 5.000 pessoas por dia (mas relaxa que normalmente não tem tudo isso).
  • Não há ruas ou estradas, apenas trilhas.
  • energia elétrica através de geradores, porém em alguns lugares você irá precisar de uma lanterna para iluminar o caminho de madrugada.
Em resumo, um local ótimo para quem curte tranquilidade e natureza 🙂

Ilha do Mel: clima e quando ir

Apesar de ser um excelente destino o ano todo, tem épocas melhores e piores para visitação.

O fato de pertencer à região sul faz com que os meses de inverno sejam frios e pouco indicados para viajar.

Já a primavera é mais quente e tem o atrativo da floração das plantas, como as bromêlias e as orquídeas, porém é uma época de muita chuva

No meu ponto de vista, o verão e o outono são as estações mais favoráveis para desfrutar a ilha:

  • No verão, o sol impera na ilha e as chuvas, quando aparecem, são de curta duração e no fim do dia. O lado ruim é que os preços são mais altos e tem mais gente.
  • No outono, é quando menos chove, ainda tem sol e a temperatura da água permanece agradável.
Devo dizer que eu fui no fim de janeiro e o clima não pôde ser melhor.
ilha do mel previsão do tempo

Ilha do Mel: como ir

Sem carro

A não ser que você estiver indo do sul (Floripa, Porto Alegre), em cujo caso pode chegar de ônibus até Paranaguá com a empresa Penha, o trajeto até a Ilha do Mel deve ser realizado em três passos:

  1. Se deslocar até Curitiba (normalmente de avião)
  2. Curitiba – Paranaguá ou Pontal do Sul (ônibus ou trem+ônibus)
  3. Paranaguá ou Pontal do Sul – Ilha do Mel (barco)

Vamos ver em detalhe cada um deles:

Sua origem - Curitiba​

O aeroporto de Curitiba (CWB) recebe voos da LATAM, GOL, Azul, Avianca e Passaredo, de muitas cidades brasileiras. 

Também tem inúmeras companhias de ônibus que conectam a capital paranaense com outras cidades do país.

Curitiba - Paranaguá ou Pontal do Sul​

O barco para Ilha do Mel sai tanto de Paranaguá como de Pontal do Sul, pertencente ao município de Pontal do Paraná.

Paranaguá fica mais próximo de Curitiba,  o que faz com que depois o trajeto de barco seja mais demorado.

Para fazer este trecho da sua viagem, você tem 2 opções:

  • De ônibus
  • Trem da Serra do Mar + ônibus
De ônibus

A Viação Graciosa tem uns 15 ônibus por dia saindo da Rodoviária de Curitiba para Paranaguá, e entre 7 e 14 saindo para Pontal do Sul, por 35 e 45 reais respectivamente. Dá uma hora e meia de percurso no primeiro caso, e duas horas e meia no segundo. 

Caso precisar, tem uma linha da Graciosa fazendo o trajeto entre ambas as cidades, por 7 reais, demorando mais de uma hora.

Também a Princesa dos Campos leva a Paranaguá, com um ônibus que sai todo dia às 08:25 da manhã. Mesmo valor e mesma duração da viagem que com a Graciosa.

Trem da Serra do Mar

Saindo da Estação Ferroviária (logo ao lado da rodoviária) e operado pela Serra Verde Express, trata-se, sem dúvidas, de um dos passeios de trem mais bonitos do Brasil. Um trajeto de 70 km até a cidade histórica de Morretes cortando a Serra do Mar paranaense, que concentra mais da metade da mata atlântica do país.

Os amigos do Viajala explicam todos os detalhes de horários e preços e dão várias dicas para aproveitar a viagem. 

De Morretes, tem ônibus da Graciosa para Paranaguá por uns 7 reais (trajeto de 45 minutos a 1 hora).

ilha do mel como ir
ilha do mel como ir

Paisagens da Serra do Mar

Paranaguá ou Pontal do Sul - Ilha do Mel​

De Paranaguá, tem 7 barcos por dia entre as 08:30 e as 18h (a passagem custa 53 reais ida e volta, 28 apenas ida), que demoram umas 2h. O cais fica a uns 5 minutos a pé da rodoviária, em frente ao Palácio Mathias Böhn, próximo da Ponte Ilha dos Valadares (na qual eu recomendo subir, se estiver com tempo, para observar uma panorámica da cidade).

paranagua x illha do mel
Rio Itiberê (Paranaguá)
barco para ilha do mel
Vista de Paranaguá da Ponte Ilha dos Valadares

Já de Pontal do Sul, as saídas são de meia em meia hora das 08h às 19h (35 reais ida e volta, 19,50 cada trecho separado) e demoram 30 minutos. O ponto de ônibus fica em uma rua bem próxima do cais.

Dica VSV: Para maiores informações quanto a horários e preços dos barcos à Ilha do Mel, pois poderiam mudar ao longo do tempo, só visitar o site da empresa Abaline.

A ilha conta com dois pontos de desembarque: os trapiches de Nova Brasília e Encantadas. Adicionalmente, existe uma linha regular de barco entre eles que sai de hora em hora e demora uns 15 minutos (custa 10 reais a passagem).

Minha sugestão

Obviamente, a sua escolha irá depender do tempo disponível e das suas preferências, mas deixo aqui a minha experiência caso for de ajuda 🙂

  • Na ida, eu sugiro ir de ônibus a Pontal do Sul e pegar o barco lá, pois é a forma mais rápida de chegar na Ilha do Mel e aproveitar ao máximo esse dia.
  • Na volta, ir de barco a Paranaguá para conhecer o interior da bela Baía do mesmo nome. Depois, pegar ônibus a Morretes, comer um farto barreado e viajar no Trem da Serra do Mar das 15h para Curitiba, para fechar a viagem para Ilha do Mel com chave de ouro.
como ir para ilha do mel
ilha do mel travessia

Mais fotos que tirei do Trem da Serra do Mar

ilha do mel morretes
Barreado paranaense no Restaurante Madalozo (Morretes)

De carro

De Curitiba, é só pegar a BR-277 em direção Paranaguá, estacionar e proceder com o passo 3 acima. Caso quiser pegar o barco em Pontal do Sul, logo antes de entrar em Paranaguá tem que virar à direita no trevo para pegar a PR-407 até Pontal do Paraná, e depois é só seguir pelo litoral pela PR-412.

Pra quem estiver indo do sul (Joinville, Camboriú, etc.) pela BR-101, há um caminho mais curto que evita passar por Curitiba, que é pela PR-412 (litoral), se bem terá que travessar a foz do rio São João no ferryboat que une Guaratuba e Matinhos.

Onde ficar na Ilha do Mel

As opções de hospedagem na ilha se limitam aos vilarejos principais (Fortaleza, Nova Brasília, Vila do Farol, Praia Grande, Encantadas). Em todos eles há alternativas, se bem que eu recomendo não se afastar muito dos trapiches (Nova Brasília e Encantadas) por questões logísticas.

Mesmo assim, na ilha está disponível um serviço (barato) de “carretos” para levar as bagagens até a pousada, e inclusive uns táxis-lancha que fazem deslocamentos entre praias, de maneira que, caso a sua pousada estiver mais longe, isto não deveria ser um problema.

Nova Brasília - Vila do Farol

Localizada na parte mais estreita da Ilha, a vila da Nova Brasília é uma das duas vilas principais da Ilha.

Há uma boa infraestrutura de recepção turística, restaurantes, lanchonetes e pousadas e uma boa vida noturna nos finais de semana e na temporada. 

A Nova Brasília é o local de entrada para ir ao Farol das Conchas, à Praia Grande e à Fortaleza, pois todos esses atrativos ficam pertinho a pé.

A Vila do Farol, por sua vez, fica mais próxima do Farol das Conchas, da Praia do Farol, da Praia de Fora, e da Praia Grande. Também conta com várias opções de hospedagem e comida.

Fortaleza

A Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres está na divisa da parte povoada com a área de preservação ambiental, ao pé do Morro da Baleia.

O acesso, desde a vila de Nova Brasília, é feito a pé pela praia ou por uma trilha com cerca de 4 km de extensão.

A região da Fortaleza possui duas pequenas vilas, a da Fortaleza do Norte e a da Fortaleza do Sul, pouco habitadas e com infraestrutura bem simples de recepção.

É o ponto mais afastado do turismo e, portanto, o que providencia menor agito e maior paz. Se seu objetivo é passar uns dias de desconexão, curtir praias pouco concorridas e é mais fã de andar pela praia do que de trilhar, este é o seu lugar.

Fortaleza do Norte

Praia Grande

A Praia Grande é um dos locais com menor povoação na Ilha do Mel e com uma menor infraestrutura de recepção, embora possua algumas pousadas, bares e restaurantes.

A praia que dá nome ao local é ampla, bonita e boa para surfe. A sua localização orientada a mar aberto e em meio a dois morrinhos lhe confere um visual lindo e é uma ótima opção de hospedagem para surfistas que gostam de acordar cedo de manhã e ir logo pegar ondas.

ilha do mel pousadas
Praia Grande (direita) e Praia do Miguel (esquerda), do Morro do Sabão

Encantadas

“A praia das Encantadas era das sereias que atraíam os barcos, os quais, indo pelo canto delas, acabavam batendo nas pedras (…)”

A vila mais meridional da Ilha é também a que conta com uma maior infraestrutura de pousadas, bares, lanchonetes e restaurantes. 

É ponto de partida para conhecer a Praia do Mar de Fora (não confundir com a Praia de Fora), também boa para o surfe, e a Gruta das Encantadas.

Nos finais de semana e na temporada de verão, a noite é agitada por bares e forrós bastante animados.

Pessoalmente, é a opção que eu mais gosto. Sinto que esta vila possui uma energia especial que a destaca dentre as outras.

onde ficar na ilha do mel encantadas ou brasilia
Praia do Mar de Fora (Encantadas)

Ilha do Mel: o que fazer

A Ilha do Mel é um ótimo local para se desconectar da rotina e mergulhar na paz e calmaria de um lugar onde barulho de motor, poluição ou estresse são palavras sem significado. Por isso, quem só quer saber de deitar e relaxar ouvindo o som das ondas vai encontrar aqui o seu paraíso.

Porém, a Ilha oferece outras opções para quem gosta de conhecer bem a fundo os destinos que visita. Trilha, praia, história, natureza e até noitada têm seu espaço neste pedacinho do litoral paranaense.

A estadia mínima recomendada é de 2 dias completos. Na minha opinião, menos do que isso nem vale a pena. E, óbvio, se puder ficar mais dias, melhor.

Segue algumas atividades interessantes para fazer:

Visitar a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres

Distante 4 km de Nova Brasília ao norte, o complexo da Fortaleza é formado pelo antigo e majestoso Forte de N. S. dos Prazeres, localizado na praia e inaugurado em 1769; e pelo complexo de artilharia instalado no alto no Morro da Baleia (ou Morro da Fortaleza), datado do início do século XX.

O percurso até lá rende uma linda caminhada de uns 45 minutos pela praia (ou bem menos caso você alugar uma bicicleta em Brasília), especialmente na maré baixa, onde a faixa de areia da Praia da Fortaleza parece infinita. Existe também a possibilidade de ir pela trilha ou caminho da Figueira.

Dominando a barra do canal grande de acesso à baía de Paranaguá, o Forte destinava-se à defesa estratégica da antiga vila de Paranaguá, contra os corsários e espanhóis (sim, somos maus) que frequentavam aquele trecho do litoral.

ilha do mel fotos
Forte de Nossa Senhora dos Prazeres
ilha do mel fortaleza
Detalhe do Forte, com a Praia da Fortaleza ao fundo

Depois de visitar o Forte, suba o morro para chegar ao complexo, onde estão canhões e trincheiras de pedras: é o chamado “Labirinto dos canhões“. Não perca o mirante com vista panorâmica da Baía e da Ilha das Peças.

ilha do mel fotos

Finalmente, saindo da Fortaleza, pode andar uns 20-30 minutos em direção norte para chegar na ponta nordeste da ilha (“Ponta do Bicho”). Eu garanto que, lá, vai ter a praia todinha só para você 😉

Esta região também é conhecida como “Baía dos Golfinhos“, notável pela presença de cardumes de botos em suas águas.

Dica VSV: na maré alta, as ondas chegam a bater no muro norte do Forte. Fique de olho na altura do mar antes de andar para o norte da ilha, ou na volta talvez terá que nadar…

Subir ao Farol das Conchas

Localizado no cume do Morro da Concha, o Farol é uma construção de 1870, ordenada por D. Pedro II, que tem por objetivo orientar a navegação na barra da Baía de Paranaguá.

ilha do mel tempo
Farol das Conchas

Para chegar ao morro, de Nova Brasília, é só travessar a Vila do Farol pelas trilhas interiores, ou bem andar pela Praia do Farol. No total dá uns 20 minutos.

Do alto do farol se tem uma bela vista panorâmica de quase toda a Ilha do Mel e região, podendo avistar inclusive os paredões da Serra do Mar.

ilha do mel brasilia
Praia do Farol e Praia do Istmo, do Morro das Conchas

Entre o vertente leste do Morro da Concha e a Ponta do Joaquim, se localiza a Praia de Fora, ou Prainha, um dos principais locais para surfe da Ilha.

Ir a pé de Nova Brasília a Encantadas

Para que pegar o barco se pode trilhar? O caminho de Nova Brasília a Encantadas é a melhor forma de conhecer a área Sul da ilha.

É uma trilha de umas 2 horas e meia (mais o tempo que quiser ficar em cada parada ao longo do caminho), durante a qual você irá passar por muitos dos atrativos da ilha em um só passeio:

  • Praia do Istmo
  • Vila do Farol
  • Praia Grande
  • Praia do Miguel
  • Morro do Sabão
  • Praia do Mar de Fora
  • Praia da Bóia
ilha do mel fotos
"Panelão de Ferro", estrutura de pedras que separam a Praia Grande da Praia do Miguel
ilha do mel fotos
ilha do mel travessia

Morro do Sabão

Para, finalmente, culminar a caminhada com os dois pontos a seguir.

Visitar a Gruta das Encantadas e o Mirante

A Gruta das Encantadas é um dos patrimônios naturais mais importantes da ilha. Conta com uma passarela para facilitar o acesso, e em frente a ela se forma uma pequena prainha conhecida como Praia da Gruta. Também é este o ponto mais próximo para contemplar a pequena Ilha da Galheta, um ilhéu ao sul da Ilha do Mel.

ilha do mel gruta
Ilha da Galheta, vista da Praia da Gruta

Depois da visita, pode subir ao Mirante do morro da Gruta, do qual se observa um lindo visual do sul da ilha, a Baía de Paranaguá e a Serra do Mar.

ilha do mel turismo
ilha do mel encantadas ou brasilia

Vistas da Praia do Mar de Fora e da Vila das Encantadas, do mirante do morro da Gruta

Este vídeo do Assista Agora mostra filmagens aéreas dos principais pontos turísticos da Ilha em apenas minuto e meio

Ver o pôr-do-sol na praia

As ondas calmas do Mar de Dentro, barquinhos de pescadores e a silhueta recortada da Serra do Mar ao fundo. Esse é o enquadramento perfeito para um dos melhores crepúsculos da região.

Todas as praias orientadas ao oeste são ótimas para assistir este espetáculo da natureza: istmo, limoeiro, ponta oeste, etc., mas tem 2 lugares especialmente bons.

Praia de Encantadas

As luzes da cidade de Pontal do Sul em frente, e os picos da serra no horizonte, completam um visual bem fotogênico, ideal para terminar o dia com um sorriso na boca.

ilha do mel o que fazer a noite
Pôr-do-sol na Praia de Encantadas

Praia do Belo

Alternativamente à Praia das Encantadas, outro lugar perfeito para ver o anoitecer é esta praia escondida no sul-oeste da ilha.

O acesso é feito por trilha de Nova Brasília ou do Canto da Vó, na Praia Grande. Também pode contratar um serviço de lancha na Praia do Istmo.

A praia é bem pequena, deserta, sem nenhuma construção, com faixa de areia estreita e parece um funil, cercada de pedras grandes de ambos os lados, com águas rasas e calmas.

Curtir um forró ao vivo à noite

A Ilha do Mel não se destaca pela vida noturna, mesmo assim, tem alguns locais para aproveitar a noite, especialmente durante o verão ou nos finais de semana.

Dentre eles, provavelmente o melhor seja o Cavalo Marinho, que fica no meio de uma trilha que une a Praia de Encantadas com a Praia do Mar de Fora.

Conta com um local amplo, várias mesas, uma pista e um espaço para bandas ao vivo. Lá serve petiscos e lanches, e vários tipos de coquetéis, alguns deles bem originais. 

Quando eu fui (era sábado), estava tocando um forró pé de serra legalzinho e tinha bastante gente dançando. Foi o mais parecido com uma baladinha que achei na ilha.

Percorrer a área Norte de bicicleta

Finalmente, e para os mais aventureiros, existe a possibilidade de alugar uma bicicleta em Nova Brasília e contornar o “cabeção” da área Norte da ilha, saindo da Praia de Brasília, passando pela Praia do Limoeiro, percorrendo todo o litoral norte, e voltando pela Praia da Fortaleza (ou ao contrário, claro).

Se quiser fazer, tem que ser com a maré baixa, pois há algum trecho onde a faixa de areia estreita muito ou vira manguezal (principalmente no lado norte), tendo que carregar a bicicleta vários metros.

No total, o percurso dá aproximadamente uns 20 km. Um pouco apertado para fazê-lo a pé, mas se quiser tentar… Aventura! 😉

o que fazer na ilha do mel no inverno
Praias de Brasília e Limoeiro

Onde comer na Ilha do Mel

As cinco vilas da ilha oferecem opções para comer ou petiscar algo, seja em bares, lanchonetes, postos de açaí, etc.

Sem dúvida, a maior variedade de restaurantes você encontra na vila de Encantadas. É só dar uma olhada na lista do TripAdvisor e conferir a localização dos melhores para se convencer disso.

Eu pessoalmente conheço (e indico) o número 1 do ránking, o Restaurante Fim da Trilha. Cardápio variado, comida gostosa e um ótimo atendimento!

Conclusão

A Ilha do Mel é o segredo melhor guardado do litoral sul do Brasil, ideal para as pessoas que buscam um lugar agreste, tranquilo, simples e com uma beleza natural exuberante.

A sensação de estar no meio do nada, sem outro barulho que as ondas do mar e o ruído da natureza, fazem desta ilha uma paragem que parece ter parado no tempo, uma porta direta à paz.

Se ainda puder complementar a viagem com a degustação de um delicioso barreado paranaense e a experiência de percorrer a fascinante Serra do Mar em trem, aí é garantia de sucesso.

ilha do mel restaurantes
ilha do mel fm
ilha do mel sc
xterra ilha do mel
praias perto da ilha do mel
ilha do mel joinville
ilha do mel sjc
por do sol ilha do mel

Bônus: drone time!

O Veleiro Tutatis filmou com seu drone umas lindas imagens do istmo, o morro das Conchas e a área Sul da ilha

Sua vez!

Momento para você! Já foi na Ilha do Mel? Se não, tinha ouvido falar pelo menos? Depois de ler este post, deu vontade de ir? Conhece algum outro lugar bacana do litoral paranaense?

Compartilhe aqui com a comunidade as suas respostas, indicando se quiser a sua procedência, para termos uma ideia do quão desconhecido este paraíso é para as pessoas de fora 🙂

Um abraço e ótimas viagens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.